Artigos

Uma Dietista Vegana Faz uma Recensão do “What the Health”

Como profissional de saúde vegana, por vezes fico envergonhada por estar associada com a ciência da treta que impregna a nossa comunidade. E como activista pelos direitos dos animais, fico desencorajada por iniciativas de activismo que nos possam fazer parecer cientificamente iletrados, desonestos, e, ocasionalmente, como um culto de teóricos da conspiração.

Ver mais

Animais, e não argumentos

Quando me tornei vegano há mais de 20 anos, um tema frequente era “Ganhar um debate com um comedor de carne.” Todos os tópicos eram jogo limpo, e cada ponto ou teoria – não importava quão tangencial ou absurda – era argumentada fanaticamente. Também eu caí nesta armadilha, acreditando e papagueando as mais provocatórias afirmações sobre impotência, uso de água, e outros absurdos. Levei muito tempo a perceber que o essencial não é mostrar quantas afirmações eu tinha memorizado, ou glorificar o meu veganismo, ou “derrotar” um comedor de carne.

Ver mais

Lição Aprendida: O Activismo Pode Prejudicar os Animais

Suponhamos que desenvolvemos aquilo que pensamos ser o argumento pró vegetarianismo mais convincente de sempre, e que o apresentamos a dez pessoas. Incrivelmente, cinco dessas pessoas param de comer animais; as outras decidem "comer melhor" - seguindo as recomendações convencionais dos seus médicos e amigos deixando de comer carne vermelha. Poderemos pensar, "Uma taxa de conversão de 50 por cento? Deve ser esse o caminho a seguir!" Era assim que eu costumava pensar. Mas, anos mais tarde, finalmente aprendi a questionar: Como é que este argumento, na realidade, afecta os animais?

Ver mais

Adoptando o Veganismo no Ano Novo: Sete Dicas para o Sucesso

Quer esteja a atirar-se de cabeça para um estilo de vida vegano no ano novo, ou a iniciar uma transição para o veganismo durante os próximos meses, aqui estão sete dicas para aumentarem as suas hipóteses de sucesso.

Ver mais

Alface e Bacon e o Ambiente: algumas considerações para activistas veganos

É a alface realmente pior para o ambiente do que o bacon? É isso que dizem as últimas manchetes, com base nas conclusões de uma nova investigação da Universidade de Carnegie Mellon, em Pittsburgh. A alface, alegadamente produz mais emissões de gases de efeito de estufa (GEE) do que alimentos prejudiciais como o bacon. Os meios de comunicação declararam, cheios de satisfação, com base neste estudo, que as dietas vegetarianas são prejudiciais para o ambiente. Mas não foi isso que o estudo mostrou. Nem foi sequer isso que o estudo analisou.

Ver mais

A Unilever, Mcdonald’s e KFC não são o inimigo

Porque razão é importante trabalhar com as grande empresas… Artigo de opinião – Matthew Glover – Co-Fundador do Veganuary Algumas pessoas no nosso movimento escolhem boicotar e fazer campanha contra grandes companhias que neste momento exploram animais. Estes activistas têm preocupações com: a ética destas companhias; o tipo de comidas que produzem (tais como processadas, em vez de WFPB (baseada em vegetais integrais não processados); como são produzidas; e como são embaladas. Eu simpatizo com estas opiniões e partilho a dor, raiva, e frustração em relação à forma como este mundo trata os animais. Mas para atingir a libertação animal acredito que precisamos de trabalhar dentro do sistema actual, e não estar a sempre a tentar lutar contra ele.

Ver mais

Opinião: Veganos, temos que acabar com esta m*rda de ser 100% perfeito

É mesmo possivel ser um vegano perfeito? E pode a perfeição ser inimiga do bem? Eu não tinha ouvido falar da Kalel antes de tudo isto, e eu só vi dois dos seus vídeos. Mas pelo que vi, estou impressionado. Outros veganos (mais veganos) não mediram as suas palavras: a Kalel não sabe o que é o veganismo. Ela não se pode chamar de vegana, ela nunca foi uma. Ela mentiu-nos ao dizer que era vegana. Ela não se importa com os animais, apenas quer o rótulo. Ela só quer saber de si mesma e quer atenção. Ela é mimada. E assim por diante. Kalel admite comer doces não-veganos e pipoca de cinema de vez em quando. E ela usa um perfume, um item de maquilhagem e uma gilete que não são veganos (ela está à procura de alternativas para tudo isto).

Ver mais

Cuidado com o dogma vegano

Supõe que te pedia para escreveres um perfil para um site de namoros. E supões que te dizia que só podias usar uma palavra para descrever o que desejas num(a) companheiro(a). Que qualidade procurarias antes de mais? A minha seria: uma mente aberta. É a qualidade que garante que podemos falar e ter boas conversas, aconteça o que acontecer. É a qualidade que ajuda a garantir a empatia, porque estamos abertos a ouvir e considerar todo o tipo de coisas. É a qualidade que garante, em suma, o desenvolvimento. O oposto de ter uma mente aberta, é ser dogmático. Ser dogmático é basicamente a atitude de não questionar as coisas. Uma pessoa não é necessariamente dogmática em todos os tópicos imagináveis, mas pode certamente ser dogmática sobre certos tópicos.

Ver mais

Prevenir Ex-Veganos - Parte 4: Porque sentirmo-nos “normais” importa

Esta é a minha 4 e (por agora) última publicação sobre as tácticas para prevenir ex-veganos. As minhas ideias sobre este tópico derivam de vários tipos diferentes de evidência – incluindo investigação com veganos e vegetarianos, assim como investigação sobre comportamentos alimentares em geral.

Ver mais

Prevenir Ex-Veganos - Parte 3: Porque a Nutrição e o Nutricionismo Importam

É importante consumir alimentos saudáveis e integrais – tal como é importante prestar atenção aos nutrientes individuais. No entanto, ultimamente, tornou-se impopular dizer isso. É aquilo a que activistas alimentares como Michael Pollan se referem como "nutricionismo". Isto é, ele e outros dizem que nos devemos deixar de preocupar tanto em relação aos nutrientes e em vez disso simplesmente consumir comida (ou comida "a sério", como eles se referem a isso). Tal como o nutricionista-celebridade Dr. David Katz diz: "Se você consumir alimentos integrais, os nutrientes tratam de si próprios."

Ver mais